fbpx

COMO EVITAR PROBLEMAS EM MUDANÇAS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mudar de mobília é caro, certo? Todos nós gostamos de economizar um dólar onde podemos, então por que não fazer isso nós mesmos? Na verdade, mover móveis não é tão fácil quanto os profissionais fazem parecer. Também traz muitos problemas para quem se desloca sem experiência. Compilamos uma lista de 8 problemas comuns e oferecemos a você uma ótima maneira de resolvê-los.

1. ACIDENTES

O problema número um para uma mudança com pessoa inexperiente são os acidentes. A menos que você tenha uma boa técnica e equipamento de segurança adequado, você pode machucar os pés ou dedos dos pés, sofrer entorses, distensões, solavancos, contusões ou lesões nas costas. A regra número um para o levantamento é não pegar nada que você não possa manusear facilmente. Se for muito pesado, contrate um profissional.

2. DANOS

Se você sofrer um acidente, também sofrerá danos. As únicas coisas que gostam de ser chutadas, derrubadas ou impulsionadas pelo ar são bolas de futebol. Se você deixar cair uma caixa, o custo de sua mudança pode fazer seus olhos lacrimejarem mais do que a sensação de que ela está pousando em seu dedo do pé. A solução mais fácil e econômica é contratar um profissional para fazer a embalagem e o manuseio.

3. MATERIAIS DE EMBALAGEM

Descobrir quantos e que tipo de materiais de embalagem você precisará pode ser uma velha dor de cabeça em si. Você precisará de muito mais do que pensa e a maioria das pessoas nunca se cansa. Embalagem inadequada e atalhos na embalagem resultarão em danos. É como a gravidade e a física funcionam, lamentamos dizer. Os empacotadores profissionais têm o equipamento para lidar com a ciência indesejada que participa de sua mudança.

4. TRATAMENTO ESPECIALIZADO

Lembra do entregador que trouxe sua grande TV para casa e a instalou para você? Ou o outro cara que entregou a máquina de lavar? Você se lembra como eles fizeram isso? Se você quiser retirar esses itens, será necessário. Muitos itens precisam de manuseio especializado para evitar danos. A menos que você tenha 100% de certeza, peça ajuda a um profissional.

5. DESMONTAGEM E REMONTAGEM

Para facilitar a movimentação de itens grandes, eles costumam se desmontar. Muitas peças pequenas são muito mais fáceis de carregar do que uma grande. Porém, você se lembrará de como montá-lo novamente ou de onde embalou todas as peças? Os montadores profissionais são treinados para evitar esses problemas ao desmontar e etiquetar itens. Eles vão até montá-los de volta para você também.

6. SEGURO

Outra maneira pela qual gostamos de economizar alguns reais é pular o seguro de mudança. Com todas as armadilhas associadas à mudança e o risco de danos, esta é uma despesa que nunca deve ser poupada. Não ter seguro pode custar muito caro. Fale conosco sobre o seguro antes de mover qualquer coisa!

7. CARREGANDO O CAMINHÃO

Os caminhões precisam ser carregados com a mesma habilidade e cuidado com que você embala cada caixa individual. Os móveis nunca devem bater nas laterais, itens pesados ​​vão para o chão e itens frágeis são carregados em cima, para citar alguns dos requisitos para o carregamento correto de um caminhão. Se você não tiver certeza, arranje um profissional amigável. Eles também sabem como colocar e retirar esses itens do caminhão.

8. TRÁFEGO, DISTÂNCIA E MOVIMENTO INTERESTADUAL

Desnecessário dizer que se você estiver se movendo para uma longa distância, terá mais problemas do que apenas o trânsito da hora do rush. A mudança de casa também é um exercício logístico e descobrimos como fazê-lo com o menor número de cargas e no menor tempo possível.

NOSSA DICA PRINCIPAL? CONTRATE UMA EMPRESA DE MUDANÇAS!

Você já deve ter percebido que os problemas de 1 a 8 podem ser resolvidos com a contratação de uma empresa profissional. Pense nisso antes de se mudar.
E se você pensar em novos móveis, não deixe de cotar seus móveis planejados com a gente.